Muitos trabalham com servidores proxy usando squid e várias vezes temos que analisar os logs de acesso para tentar entender o que está acontecendo. Todos que já viram um log do squid conseguem identificar o site acessado, o usuário ou mesmo se o acesso foi bem sucedido ou não, contudo há alguns códigos que chamam a atenção.

Os códigos de status do Squid são referenciados na RFC 2616 (http://www.ietf.org/rfc/rfc2616.txt) vale a pena conferir.

CÓDIGO    DESCRIÇÂO
000    Resposta não recebida (vocè pode estar com um problema no link internet)
1xx     Série de respostas informativas
100    Continue
101    Troca de protocolos
2xx     Série de respostas de acessos bem sucedidos
200    Ok
201    Criado
202    Aceito
203    Informação não autorizada
204    Sem conteúdo
205    Conteúdo apagado
206    Conteúdo parcial
3xx     Redirecionamentos
300    Múltiplas escolhas
301    Movido permanentemente
302    Encontrado
303    Veja outros
304    Não modificado
305    Use o proxy
306    Não utilizado
307    Redirecionamento temporário
4xx     Série de erros no cliente
400    Má resposta
401    Não autorizado
402    Pagamento requisitado
403    Negado / Proibido
404    Não encontrado
405    Método não encontrado
406    Não aceito
407    Pedido de autenticação no proxy
408    Tempo excedido
409    Conflito
410    Feito
411    Tamanho requerido
412    Falha pré-condicional
413    Entrada de requisição extensa
414    URL requisitada muito extensa
415    Tipo de mídia não suportada
416    Range requisitada não satisfatória
417    Falha na espera
5xx     Série de erros no servidor
500    Erro interno do servidor
501    Não implantado
502    Gateway incorreto
503    Serviço indisponível
504    Tempo excedido do gateway
505    Versão HTTP não suportada
6xx     Série de erros do proxy
600    Resposta errada do cabeçalho